Driblando o dicionário: o futebol na linguagem cotidiana

24 de junho de 2014

bola-de-futebol-campo-649x304

O futebol permeia a vida do brasileiro em muitos aspectos. A paixão por clubes é simbólica ao representar a participação na sociedade: o Corinthians foi fundado por trabalhadores e imigrantes, sendo tradicionalmente apoiado pela população mais sofrida, enquanto o São Paulo reavivou o orgulho paulista nos tempos da revolução constitucionalista. Geração após geração, colecionamos histórias de derrota, de luta, de superação e de sucesso. O futebol cria mitos, heróis e muita memória. Não há dúvidas que 2014 será um ano inesquecível para milhões, mas esperamos que pelos motivos opostos aos que imortalizaram o ano de 1950. Com tanto futebol no presente e no passado, é natural que também a nossa língua seja influenciada pelo que acontece (ou rola, como a bola) dentro das quatro linhas.

 

Nas empresas, é comum ouvir que um funcionário “passou a bola” para outro, ou seja, incumbiu o outro de algum serviço. Se alguém está demorando para resolver uma questão, está “fazendo firula” ou “cera”. Quando “não deu jogo”, um contrato não deu certo, e aí o chefe pode começar a “fazer marcação cerrada”. Nos negócios, às vezes é importante “esconder o jogo”, que é deixar uma informação importante para ser tratada depois. E quantas vezes algum colega não “pisa na bola” conosco?

 

bola-na-trave-450x487-277x300

Na paquera, os menos sortudos ficam no “zero a zero”, às vezes porque a garota está “fazendo jogo duro”. Há quem diga que “não é porque tem goleiro que não se pode fazer gol”, quando a garota é compromissada, mas muitos consideram que isso é “jogar sujo”. Se alguém leva um fora, “foi jogado para escanteio”. E quando duas pessoas ficam juntas depois de uma delas ter terminado há pouco tempo um relacionamento, chamam a isso de “rebote”.

 

Saber expressões populares é fundamental para o sucesso da comunicação em qualquer nível. Muitas vezes, um negócio “bate na trave” ou “passa triscando” por causa do excesso de formalidade ou de informalidade. Na dúvida, tenha sempre um bom repertório de frases e entenda o seu público. Na “pátria de chuteiras”, uma expressão futebolística pode acabar sendo uma “ótima jogada”.

 

Quer saber mais sobre o nosso Curso de Português Brasileiro para Estrangeiros, clique aqui.

 

Crédito:
Instituto Mindset
Eric Bortolato Fernandes
Jornalista e Coordenador do curso de português brasileiro para estrangeiros

Posts em destaque

10-curiosidades-da-lingua

10 Curiosidades da Língua Inglesa

Como todas as outras, a língua Inglesa possui algumas curiosidades bem interessantes. Confira abaixo 10 curiosidades que você talvez não conheça ou não tenha se dado conta...

Leia mais
4dicas-pensar-em-ingles

4 dicas para pensar em inglês!

Você que está estudando ou tem muita vontade de aprender inglês já deve ter escutado a seguinte dica: “Você tem que tentar pensar em inglês”.   

Leia mais
dicas-de-Ingles

5 dicas para aprender Inglês

Aprender Inglês é algo que para alguns parece a coisa mais difícil do mundo e para outros a coisa mais demorada do mundo. Mas, para nossa felicidade não precisa nem ser difícil nem demorado.

Leia mais

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Home >

Quer um desconto

em um dos cursos?

Reunião gratuita com um consultor de inglês!

X

Quer um desconto em

um dos cursos?
Agendar minha reunião
Venha testar o seu nível

de inglês

Nas habilidades seguintes:

Gramática e vocabulário

Compreensão de textos

Compreensão auditiva

Testar meu inglês X