COMO CALIBRAR O INGLÊS PARA A ENTREVISTA DE EMPREGO

contact us



 

As escolas de inglês estão cheias de alunos que querem melhorar o seu idioma para objetivos específicos, como ter um bom desempenho em uma entrevista em inglês. É comum que os alunos digam que esse é o seu principal objetivo, mas que ele gostaria de também aprender o inglês geral.

Neste texto, vamos dar algumas dicas realmente úteis em relação a como falar inglês em uma entrevista de emprego, mas, antes disso, é necessário desmistificar as palavras grifadas e determinar o que elas deveriam significar de fato para quem está interessado em realizar o sonho de ter um boa posição em uma empresa multinacional.

Quando falamos de objetivos principais, como no caso das entrevistas de emprego, nós, inconscientemente, realizamos uma tarefa mental que é estudada pela linguística cognitiva, que os chamados modelos de interação, compostos de frames (enquadramentos) e scripts (roteiros). Essas noções são fundamentais para determinarmos com clareza do que exatamente se tratam nossos objetivos. Em uma explicação rudimentar, podemos dizer que aprendemos muitas coisas ao longo da vida a respeito de como as interações humanas ocorrem. Essas informações são armazenadas na nossa memória e são elas que formam os frames e scripts.

 

Frame

Os frames se referem ao entorno comunicacional, sendo composto de todos os elementos que se encontram em uma determinada situação. O próprio conceito de entrevista de emprego é um bom exemplo de frame. Nele, estão incluídos os participantes – um ou mais entrevistadores e você, o candidato -; elementos mais palpáveis da interação – as roupas adequadas, os objetos tipicamente encontrados em escritórios, etc.; conceitos abstratos, como seriedade, confiança e profissionalismo; entre outros elementos que formarão o frame entrevista de emprego.

 

Script

Os scripts, por sua vez, são as cadeias de eventos e ações esperadas dentro de um determinado frame. Eles são formados a partir de hábitos, regras e convenções que aprendemos em nossas experiências. Se tomarmos o frame de um julgamento, teremos os elementos típicos do tribunal e seus participantes, sendo os roteiros todas as inúmeras regras de como falar, em que momento falar, entre todos os elementos mais burocráticos envolvidos ali. Assim, fica fácil entender que, em uma entrevista de emprego, devemos nos preocupar muito mais do que apenas com o conteúdo que queremos passar, mas também com as convenções profissionais em jogo naquele ambiente. Empresas multinacionais costumam ter uma cultura interna bastante desenvolvida, o que significa que eles darão preferência a candidatos que tenham um modo de falar, os conteúdos e os comportamentos em geral que se adequam ao que eles entendem serem os scripts que eles têm na cabeça sobre como a empresa para qual eles trabalham toca seus negócios e suas relações.

 

Afinal, como calibrar o inglês para a entrevista de emprego?

 

Dito isto, há algumas perguntas que poderão efetivamente ajudar na calibração desse objetivo principal: O que é uma boa performance em uma entrevista de emprego? Será que a minha ideia de boa performance é a mesma que tem o entrevistador? O que é esperado da minha fala, do meu comportamento e do meu conteúdo durante essa entrevista? São perguntas que remetem, então, à nossa primeira dica: estude bem a empresa na qual você quer trabalhar. Em posse de informações que ajudem a entender o entorno comunicacional da sua entrevista, você aumentará consideravelmente as suas chances de sucesso.

 

Mas, ironicamente, temos aí uma quase contradição entre o chamado objetivo principal e a questão de dizer que “gostaria também de aprender o inglês geral”. O fato é que essa ideia de generalização nada mais é do que lidar com a língua de uma forma que não seja focada somente em um entorno comunicacional específico. Um bom falante de qualquer língua terá um bom desempenho em qualquer situação em que se sinta confortável para falar, ou seja, é possível que o objetivo principal seja atingido somente se o aluno estiver ciente de que é necessário organizar as frases, trabalhar a pronúncia, a entonação, o ritmo de fala, a escolha das palavras e expressões, entre tudo aquilo que faz parte de qualquer discurso. Afinal, não há pílulas que garantam falar bem em uma situação específica, sem levar em conta o aprimoramento da língua como um todo.

 

Uma vez que isso esteja entendido, o aluno pode focar com mais clareza em seu objetivo principal de forma conjunta com o aprimoramento da língua de modo geral. E poderá se concentrar com mais tranquilidade em seguir as seguintes dicas: antecipar e praticar perguntas e respostas relacionadas ao currículo; ser conciso, objetivo e claro; demonstrar interesse por meio da preparação de perguntas para os próprios entrevistadores – a serem feitas no momento certo, ao final da entrevista; ser honesto e pensar de verdade em quais são os seus maiores defeitos e qualidade (entrevistadores sentem o cheiro de uma resposta mecânica, impessoal); estar preparado para responder acerca de coisas que não fazem parte do currículo, como qual é o seu interesse nessa empresa, como é a sua vida pessoal (sem exagerar nos detalhes), quais são as suas impressões sobre empregadores anteriores, etc.

 

Esperamos que com as nossas dicas, vocês agora conhecem o caminho de como calibrar o inglês para a entrevista de emprego.

 

No Instituto Mindset, temos consultores especializados em preparar alunos para tarefas específicas, como a de passar em uma entrevista, dar uma palestra, escrever relatórios, entre tantas outras. Venha conhecer os objetivos dos nossos alunos!

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X