COMO TRANSFORMAR O “MONSTRO” PRESENT PERFECT EM UM GRANDE ALIADO NO TRABALHO

contact us



O Present Perfect é um dos maiores calcanhares de Aquiles dos estudantes brasileiros. O tempo verbal é usado de formas impossíveis de serem traduzidas para o português literalmente, simplesmente porque não existem na sintaxe da nossa língua.

Mas não tem jeito, é impossível escapar do presente perfeito. Pelo menos para quem quer falar inglês bem, com nível de quem se importou em lapidar o que já sabe para se tornar fluente e comunicativo na língua. E, como já é óbvio, o mercado de trabalho só vai exigir mais do seu inglês.

Então vamos lá! Vamos domar a fera!

PRESENT PERFECT SIMPLE
Regrinhas básicas:

  • Sempre haverá HAVE ou HAS (este último para HE, SHE, IT) como verbo auxiliar, mesmo em frases afirmativas.
  • O verbo principal estará sempre no particípio passado, que é terceira forma do verbo. No caso do verbo irregular DO, o particípio é DONE. No caso do regular WORK, é WORKED.
  • A pergunta é feita com a colocação do verbo auxiliar HAVE ou HAS antes do sujeito, como nos outros tempos verbais.
  • A frase negativa é feita com a adição de NOT ao verbo auxiliar, que poderá ser contraído: HAVEN’T ou HASN’T.

Por exemplo:

Afirmação: I have worked a lot these past few days. (Trabalhei muito nesses últimos dias.)

Pergunta: Have you worked a lot these past few days? (Você trabalhou muito nesses últimos dias?)

Negativa: He hasn’t worked a lot these past few days. (Ele não trabalhou muito nesses últimos dias.)

Vamos ver agora quais são as situações em que usamos o Present Perfect, com exemplos relacionados ao ambiente de trabalho:

PRESENT PERFECT

SITUAÇÃO DE USOEXEMPLOEXPLICAÇÃO
Ações completadas no passado que tem relevância no presente (influenciam o presente).I have had executive positions in three different companies. (Tive posições executivas em três empresas diferentes.) Question: How long have you been a manager? (Pergunta: Há quanto tempo você é gerente?) Answer: I have been a manager for the past five years. (Resposta: Sou gerente há cinco anos.) Question: Have you ever worked in this field before? (Pergunta: Você já trabalhou neste campo antes?) Answer: No, I have never worked in this field before. (Resposta: Não, nunca trabalhei neste campo antes.)Na primeira frase, a ideia comunicada é de que os empregos mencionados estão no passado, porém têm relevância no presente pelo fato de que o falante está se referindo à sua experiência profissional atual, o que pode ser dito, por exemplo em uma entrevista de emprego. A relevância das ações no passado está no presente. No segundo exemplo, entretanto, a ideia é a de que o falante ainda mantém o mesmo cargo. Mas os cinco anos que ele completou na posição estão no passado. E também têm relação com o presente pelo mesmo motivo de que se refere à experiência atual do falante. Já na letra C, a ideia pode ser a de que o falante está considerando uma posição nesse campo, também como em uma entrevista de emprego (relevância para o presente). Obs.: é comum usarmos as palavras EVER e NEVER nesta situação.
Ações que aconteceram (ou não) diversas vezes no passado.Martha hasn’t participated in many meetings at the headquarters this semester. (Martha não participou de muitas reuniões na sede neste semestre.) I don’t even know how many times they have already tried to get in touch with you, but you should call them back. (Eu nem sei quantas vezes eles já tentaram entrar em contato com você, mas você deveria ligar de volta.)Em ambas as frases, estamos lidando com frequência no passado. Na primeira, a frase continua se referindo à quantidade de vezes que algo ocorreu, ainda que a negativa indique uma frequência baixa. Além disso, pressupõe-se que o semestre em questão é o atual, mais provavelmente o fim do semestre (relevância para o presente). Na segunda, a frase é afirmativa. Algo ocorreu muitas vezes recentemente e gera uma relevância para o presente. Obs.: é comum o uso de expressões relacionadas a frequência, como MANY TIMES, A FEW TIMES, VERY MUCH, etc.
Uso de superlativos para denotar uma observação ou experiência de vida.This is one of the best projects I have ever been involved in. (Este é um dos melhores projetos em que já estive envolvido.) Lucas was the most successful sales representative we have ever had. (Lucas foi o representante de vendas mais bem-sucedido que já tivemos.)Quando se referem a experiência de vida, os superlativos denotam uma relação direta entre o passado e o presente, gerando uma frase no presente perfeito. A diferença entre as duas frases está apenas no fato de que o projeto da primeira frase está em andamento, enquanto Lucas, da segunda frase, já não trabalha mais na empresa.
Para anunciar eventos recém-ocorridos, como as notícias.Evelyn has just been promoted to regional manager! (Evelyn acaba de ser promovida a gerente regional.) The government has announced a tax cut for our sector. (O governo acaba de anunciar um corte de taxas par o nosso setor).Nas duas frases, estamos lidando com notícias recentes. Fatos que já estão no passado, porém que ainda têm relevância para o presente. OBS: também é comum o uso das palavras JUST e ALREADY (letra E) com o presente perfeito.

Como podemos ver, é impossível se livrar do presente perfeito, mas não é tão difícil assim dominá-lo. Nossa dica final: leia bastante, ouça bastante e identifique o uso natural do presente perfeito em situação de falas mais formais, como em palestras e no trabalho. Depois, volte a este texto, identifique a situação de uso da frase que você encontrou e crie outras frases parecidas e, de preferência, relacionadas à sua vida real.
Para acelerar a aquisição do Present Perfect e de todas as ferramentas para um inglês fluente, venha conhecer o que o Instituto Mindset pode fazer por você e a sua carreira!

 

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X