PALAVRAS CONFUSAS DE TRADUZIR ENTRE PORTUGUÊS E INGLÊS

contact us



Às vezes, os deuses da tradução gostam de pregar umas pegadinhas em nós. Eles fazem você querer dizer uma coisa que simplesmente não existe em outra língua, ou tentar entender algo que não existe na nossa. E quem nunca se pegou traduzindo uma palavra e encontrando possibilidades diferentes que não te ajudam a determinar qual delas usar. Neste texto, vamos mostrar algumas das confusões mais comuns para brasileiros que estão aprendendo inglês. E como você pode resolvê-las.

 

  • Não existe em português, exatamente…

Há muitas coisas que são definidas em uma certa cultura, mas não em outra. São coisas que simplesmente nem todo mundo sente a necessidade de que existam.

No inglês, por exemplo, temos:

  • Jinx

Essa palavra é comumente usada como um verbo que significa algo como “trazer má sorte a alguma coisa”. Se alguém estiver comentando a respeito de como um projeto em que está envolvido pode dar errado, outra pessoa poderá dizer: Don’t jinx it! Como é impossível traduzir literalmente, temos que trocar para algo como: Não atraia má sorte ou algo similar.

  • Awkward

Extremamente comum nos países anglófonos, não encontra uma tradução exata por aqui. Awkward é especificamente a sensação de desconforto social que sentimos quando uma situação é moderadamente vergonhosa, mas não o suficiente para o riso nem para a fuga… Algo parecido com a nossa expressão “que chato”, mas não em contraposição a algo legal, mas sim para dizer que algo é, por falta de opção, awkward.

  • Insight

Uma das favoritas do mundo corporativo, seleciona um subtipo da ideia de percepção. Especificamente, é um pensamento que eleva o seu entendimento de uma situação. Uma espécie de “momento eureca”. Você pode até usar algumas dessas palavras citadas (ideia, percepção, entendimento), mas um insight é um insight. Curiosamente, o adjetivo formado por essa palavra, insightful, encontra uma solução mais fácil em português em perspicaz.

 

  • Não existe em inglês, exatamente

 

  • Cafuné

Se for em uma pessoa, você pode caress them (acariciá-las); e se for o seu bichinho de estimação, você pode pet them (to pet, acariciar um animal, não existe em português, aliás). Mas cafuné, o ato de fazer carícias no couro cabeludo de alguém, isso é coisa do Brasil.

  • Militar (substantivo)

É comum no Brasil que uma pessoa seja “um ou uma militar”. Assim como é comum dizer “os militares”. Mas em inglês, esse substantivo não pode ser usado para definir a profissão de uma pessoa, mas sim algo análogo a “forças armadas”. John is in the military (“John está nas forças armadas”) e military personnel (equipe militar), são mais comuns.

  • Friorento / calorento

Em inglês, até há as expressões cold-natured e hot-natured, que até podem ser “friorento” e “calorento”, respectivamente, mas não são específicas para a sensação de frio e calor. Às vezes, elas podem se referir a dados de personalidade, uma pessoa “cabeça-quente”, por exemplo. Por isso, é melhor dizer que alguém é sensitive to the cold / heat (sensível ao frio / calor.

Há muitas palavras que poderiam entrar nesta seção, de ambas as partes, pois é da natureza das línguas naturais que elas não sejam espelhos umas das outras. Mas há outros tipos de problemas…

 

  • Qual usar?

O que fazer quando você não sabe se usa:

  • Travel ou trip – para “viagem” ou “viajar”?

Você precisa saber que travel é o termo geral para se referir ir de um lugar para outro. Pode ser usado como substantivo, mas é mais comum como verbo: He travels a lot! (Ele viaja muito).

Trip é quase sempre usada apenas como substantivo. Let’s go on a trip (vamos numa viagem).

  • Holidays ou vacation – para “férias”?

Dúvida comum entre os estudantes, holiday é feriado e vacation é férias. Mas em muitos lugares anglófonos, a palavra vacation é menos usada do que o plural holidays para se referir a férias (ou um período mais extenso sem escola ou trabalho). Summer holidays (férias de verão) é algo muito comum de se dizer.

  •  Bunny ou rabbit – para “coelho”

Este não é o único animal, planta ou fruta que tem mais de um nome. Mas rabbit é a versão mais “oficial” do nome, enquanto bunny é um termo mais bonitinho, infantil, usado para o Easter bunny (coelhinho da Páscoa), por exemplo. Mas são o mesmo bicho.

 

  • Quando a questão fica gramatical…

Encontrar a palavra certa envolve mais do que vocabulário. Veja o que acontece nos casos abaixo:

  • Sujeitos ocultos ou inexistentes e voz passiva:

Em português, dizemos frases sem sujeito ou com sujeito oculto o tempo todo, como:

  • Está chovendo / está calor

O que está chovendo? Água, provavelmente, certo? Mas porque essa informação (o que cai do céu quando chove) não é relevante, nós não usamos um sujeito. Em inglês, esse tipo de construção não existe e você sempre vai precisar colocar um sujeito – no caso, it, ainda que ele não esteja se referindo a nada:

It’s raining. (Está chovendo).

It’s hot. (Está calor).

  • Me disseram / pensava-se que

Outra instância complicadora é quando frases com sujeitos ocultos em português viram frases na voz passiva em inglês. Calma, já explicamos.

Quando dizemos “me disseram que…”, podemos traduzir das seguintes formas:

Somebody told me that…

– I was told that…

Note como na primeira frase nós simplesmente desistimos do sujeito oculto e incluímos um sujeito normalzão – somebody (alguém). Já na segunda, temos algo muito mais parecido com a lógica da frase original em, português. O problema é que impossível traduzir literalmente, já que ninguém por aqui diz “eu fui dito que…” Mas isso é muito comum em inglês.

O mesmo acontece quando dizemos coisas como “pensava-se que…”, que podemos traduzir assim:

– It was thought that…

A tradução literal seria, no mínimo, muito estranha: “era pensado que…” Não rola, né?

 

E nós apenas tocamos na ponta do iceberg gigantesco que é esse assunto…

Por isso, fique ligado no blog do Instituto Mindset para não perder nenhuma dica como esta!

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X