COMO ESCOLHER O MELHOR CURSO DE INGLÊS PARA VOCÊ

contact us



Se você clicou no link para este texto, podemos imaginar que você já esteja convencido da importância de aprender um novo idioma. A língua inglesa, principalmente, é a que mais propulsiona as suas possibilidades profissionais e sociais, sendo a língua franca do mundo globalizado. Então a pergunta agora é: o que devo levar em conta para escolher o melhor curso de inglês para mim?

Portanto, vamos elencar alguns importantes pontos para você tomar a melhor decisão possível. E, quem sabe, até não tenhamos uma opção que tem tudo que você precisa…

 

Custo-benefício

Para a maioria das pessoas que ainda não falam inglês no Brasil (apenas cerca de 3% falam inglês), a exclusividade dos cursos de inglês é um grande problema. E o preço é um dos culpados por essa baixa acessibilidade a cursos de inglês.

Além disso, quando um aluno com orçamento mais apertado faz um investimento pesado, aquele curso passa a tomar uma dimensão equivocada de meta. Isso significa que a jornada prazerosa, com temas interessantes e comunicação livre, que aceleram o aprendizado, dão lugar a uma progressão rígida e cheia de ansiedade.

Em resumo, um investimento que não pesa tanto também pode gerar o conforto mental necessário para que o aprendizado seja feito da maneira certa: com entusiasmo!

 

Dificuldade

Outra questão que pesa nessa decisão é o nível de dificuldade que o curso escolhido apresenta. Muitos dos alunos que estão somente nos últimos anos procurando cursos de inglês sofreram com os conhecidos problemas estruturais da educação brasileira. Um curso que lhes pareça muito desafiador pode gerar desconforto e até causar a desistência durante o processo, o que leva à perda de tempo e de dinheiro.

Por outro lado, um aluno que já tenha boas noções no idioma poderá se encontrar em uma turma/nível que não o desafie o suficiente. E se está fácil demais, é porque a evolução também é mais lenta. Por isso, há que se certificar que o curso que você escolher entenda exatamente o seu ritmo e o que você precisa aprender.

Assim, um bom curso é aquele cuja dificuldade seja exatamente a que o estudante precisa para ser estimulado, e não sentir julgado ou menosprezado.

 

Personalização

A característica da dificuldade, acima, já é um elemento da personalização, mas há muitas outras coisas. No plano dos estudos, a personalização se relaciona ao universo de cada aluno.

Um chef de cozinha, um contador e um engenheiro com certeza terão assuntos muito diferentes em suas listas de interesse. O vocabulário (e até a gramática) fundamental para a realização de suas funções profissionais também vai ser diferente para cada um deles.

Mas também há os elementos e temas da língua que são comuns a todos. O que significa que o curso que você escolher terá, idealmente, a capacidade de pensar em você como indivíduo e como cidadão do mundo.

Consequentemente, o curso que você escolher terá também um foco na sua área profissional.

 

Materiais

A característica da personalização também aborda a seleção de materiais. Por exemplo, a pronúncia do português brasileiro envolve elementos muito diferentes em relação à língua inglesa. Isso significa a necessidade de pensar no que é mais necessário praticar quando se é um estudante brasileiro de inglês. O mesmo vale para a gramática. Mas, por ser personalizado, o seu curso também terá conteúdos específicos para os seus interesses pessoais e profissionais.

Afinal, um bom curso precisa levar cada aluno individual em consideração.

Além disso, cheque se o curso que você selecionou tem algum sistema de ensino interativo, que permita treinar inclusive a pronúncia fora da sala de aula.

 

Horários

Os horários são outro importante fator. Se aulas forem rigidamente às terças e quintas, das 19:00 às 20:30, por exemplo, o aluno terá dificuldade quando o trabalho ou a vida impedir a presença. Será possível repor aulas perdidas?

O ponto é que esse sistema de turmas e horários rígidos está ultrapassado. Imagine que você possa escolher uma escola que tem o conteúdo para o seu nível em diferentes horários, com diferentes pessoais do mesmo nível, ao longo da semana. Não seria incrível?

Além disso, a independência em relação a acompanhar um único grupo com datas rígidas torna o seu desenvolvimento algo que depende muito mais do seu próprio esforço. Você evolui no seu próprio tempo.

 

Contato com a língua

Finalmente, um bom curso trará amplas possibilidades para você manter contato diário com a língua, e de diversas formas. Aulas em grupo são importantes, aulas particulares também, assim como o estudo individual. Não seria perfeito unir todos esses elementos em um mesmo curso?

 

A solução Smart Learning

Pois tudo isso que você leu até aqui está presente no Smart Learning, um modelo inovador de ensino de inglês que democratiza o acesso ao idioma de diversas formas.

Os alunos do Smart Learning encontram um excelente retorno para um investimento abaixo da média. Além de toda a personalização de temas, foco em profissões, horários flexíveis e progresso individual, o material didático é algo à parte no setor.

O sistema de ensino digital exclusivo Burlington English conta com inúmeras atividades para os alunos explorarem livremente, incluindo uma biblioteca digital (você pode ouvir os livros também). E o detalhe mais impressionante: o material corrige a sua pronúncia! Isso elimina a necessidade de estar em sala de aula para melhorar a qualidade da fala.

O Smart Learning do Instituto Mindset pode ser o curso certo para você deslanchar no inglês de uma vez por todas! Entre em contato para saber mais!

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X