A CARREIRA DO CONSULTOR DE INGLÊS É VIÁVEL?

contact us



A carreira do consultor de inglês é viável?

 

Consultoria sempre existiu, mas a maneira como o termo vem sendo usado no campo dos negócios, recentemente, conversa com temas vitais aos trabalhadores. Podemos citar saúde financeira, organização do tempo, estabilidade e satisfação entre esses elementos. E a profissão do consultor de inglês não é nenhuma exceção.

Meu nome é Eric Bortolato e sou consultor de inglês e português do Instituto Mindset desde 2012. Neste texto, vou falar um pouco sobre esta profissão e, com sorte, até te ajudar a entender se ela pode ser você.

 

Trajetória

 

O professor de inglês é uma figura comum na vida de todos os brasileiros. Inglês é disciplina obrigatória nas escolas, afinal. Entretanto, apenas 3% dos brasileiros são falantes competentes do idioma. E foi na década de 80 que começaram a surgir as franquias de escolas de inglês (algumas delas, por aí até hoje). E, com elas, sua figura definidora por excelência: o(a) teacher!

Com as mudanças mais recentes nas maneiras como trabalhamos, o teacher deixou de ser essa figura central. Ele expandiu sua expertise para além dos materiais didáticos e horários rígidos, turmas fechadas com aulas expositivas e avaliações programáticas. E passou a oferecer “serviços” de inglês – modelados às necessidades de cada aluno, cada empresa, ou grupo de alunos.

Isso traz uma enorme pluralidade de habilidades (e portanto de consultores) possíveis. Há quem proponha serviços tão exclusivos quanto de inglês para Direito ou para atores. Tudo depende de quais são as competências técnicas de cada um (além, é claro, do domínio pleno do idioma e de seus elementos).

E há também os mais generalistas, que dão aulas de inglês para iniciantes aqui, de business English ali, fazem uma tradução científica acolá, e etc.

Ao contrário do teacher, o consultor é completamente responsável por si: faz seus horários, maximiza seus ganhos, estabelece seus valores, programa sua didática, equilibra a relação com clientes. É, enfim, uma empresa própria. E precisa pensar como uma.

 

Benefícios

 

O consultor é um profissional autônomo que se relaciona e mantém vínculo empregatício (como autônomo) com institutos de educação. Houve um aumento perceptível no número de consultorias de idiomas como o Instituto Mindset, que contratam, treinam e fornecem clientes aos seus consultores. Logo, não é um mundo assim tão solitário assim em relação ao que se espera do tradicional cargo de teacher estável em uma escola.

Além disso, os profissionais ainda determinam seus horários de trabalho, as regiões que mais facilmente conseguem acessar para trabalhar, entre outras benesses. E o salário, que varia muito em virtude de todas essas escolhas, pode ser muito maior do que a média de um teacher.

Isso sem contar a enorme variedade de pessoas, temas e de oportunidades que encontramos pelo caminho. No meu caso, já pesquisei tantos assuntos e treinei tantas pessoas em diferentes necessidades que me sinto hoje um profissional muito mais plural e competente desde que comecei. É uma ótima profissão para os inquietos, que gostam de estar sempre aprendendo coisas novas.

E aqui aproveito para responder a pergunta do título: sim, pode ser uma profissão muito viável!

Lembro-me, por exemplo, de ter encontrado algumas vezes o CEO do Instituto Mindset, Raphael Ruiz, saindo de uma aula em uma empresa enquanto eu chegava para dar outra. O instituto ainda estava começando e o Raphael botava a mão na massa como administrador e também como consultor direto. Combinando suas competências profissionais, ele fundou uma consultoria que tem se tornado uma referência de sucesso na área. Um caso claro de alguém que levou a consultoria a sério e se deu bem!

 

Mas não são só flores…

 

Há que se dizer: é importante pensar se isso é realmente para você. O começo pode ser difícil – às vezes, quando o nosso portfólio parece bastante interessante e rentável, surge o final de ano, férias, etc. Os trabalhos diminuem e a rentabilidade cai. Por isso, é importante desenvolver técnicas apuradas de planejamento para poder passar por períodos assim mantendo a conta bancária saudável.

E, claro, há os imponderáveis: ficamos doentes, viajamos, temos filhos. O salário fixo e outros benefícios que nos trazem estabilidade podem fazer falta nessas horas. Há que por tudo isso na conta, junto com nossos planos pessoais e estilos de vida, na hora de tomar essa decisão.

Disse antes que é importante pensar como uma empresa. Isso significa conhecer bem os contratos que firmamos. E nos responsabilizar mais pelo nosso próprio sucesso e o daqueles que se relacionam conosco.

 

Conclusão

 

Nesses últimos dez anos como profissional do idioma, afirmo com convicção que o balanço é positivo. Nesse mesmo período, fiz um mestrado, aprendi outro idioma, fiz cursos do meu interesse, aprimorei minhas habilidades profissionais e venci adversidades. É, enfim, possível planejar um futuro confortável como consultor de inglês – contanto que tenhamos ciência plena de nossas responsabilidades.

Para mim, o que mais me atrai nessa carreira é a possibilidade de gerenciamento do tempo e da diversidade constante que encontramos todos os dias. É definitivamente uma profissão que nos coloca em movimento e nos lança em direções inesperadas. Um deleite para quem não é muito chegado em rotinas rígidas.

Ficou curioso? Então venha conhecer como nós trabalhamos no Instituto Mindset!

Quem sabe até a gente não se encontra por aí? Nos corredores do Instituto Mindset ou de alguma de suas empresas clientes?

 

Eric Bortolato

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X