A TECNOLOGIA E O MUNDO EAD

contact us



Já não é de hoje que o EAD (Ensino a Distância) vem ganhando espaço como opção viável para os estudos. Mas não foi um caminho fácil. Até hoje, há instituições e educadores que argumentam de forma contrária à modalidade. Mas, independentemente de opiniões, o certo é que o EAD está mais forte do que nunca. E agora, com uma pandemia global à solta, esse processo tende a se intensificar ainda mais.

A consequência natural dessa profusão de EAD é um choque de tecnologia no universo da Educação e na vida de milhões de brasileiros. Então vamos entender como isso pode afetar a sua vida.

 

  • A questão da tecnologia

Muito mudou desde que o uso das tecnologias digitais passou a se multiplicar no ensino. A princípio, era uma relação ainda presencial, com laboratórios de computadores nas instituições de ensino. Logo, passou-se às plataformas online, com a inclusão de materiais (geralmente textos) e o acesso a dados, como faltas e presenças.

Hoje em dia, entretanto, o EAD se ramificou em diversas versões, muitas delas de forma totalmente remota. É o caso, por exemplo, das universidades corporativas, criadas por empresas para treinar seus colaboradores. Mas também no ensino regular, há versões 100% remotas, em todos os níveis.

Com isso, surgiram inúmeras empresas oferecendo serviços de tecnologia aplicada à educação, o que mudou o panorama dos cursos online. As aulas agora comportam uma interatividade muito mais ampla e uma arquitetura mais fácil de manejar. Vídeos, participação mais efetiva dos alunos e processos digitais mais conceituais, como a gamificação – a utilização de elementos típicos do design de jogos como ferramentas de aprendizado – têm sido alguns dos fatores predominantes.

Mas com toda essa tecnologia, há também os contratempos…

 

  • Dificuldades técnicas

Se, por um lado, o EAD possibilitou uma oferta mais ampla de cursos, tornando o ensino mais acessível, por outro, também tornou mais visíveis alguns problemas que são velhos conhecidos. Um deles é a desigualdade social. Segundo pesquisas, 90% das famílias de classe A têm computadores portáteis e 67% delas têm computadores de mesa. Esses números caem para 27% e 19%, respectivamente, para a classe C, e para 2% para ambos os tipos de computador para as classes D e E.

Além disso, temos também a relutância e as dificuldades enfrentadas pelas próprias instituições de ensino. Desde que o governo passou a encorajar o EAD como alternativa para a paralisação necessária aos esforços para conter a Covid-19, 60% das universidades federais rejeitaram a proposta. Elas alegaram que teriam pouco tempo para preparar modalidades online para seus cursos previamente estipulados como presenciais. Entre o treinamento adequado do corpo docente, a disponibilização dos equipamentos e serviços necessários e as dificuldades dos estudantes de terem acesso às tecnologias, a qualidade, afirmam, cairia.

Esses temas estão somente se agravando agora que os governos estaduais também estão encorajando a modalidade EAD para os ensinos fundamental e médio. Portanto, é fato que temos todos de encontrar os meios para dar conta do ensino digital.

É, afinal, um caminho sem volta. E que possui benefícios maravilhosos. Um dos inúmeros exemplos são as iniciativas de educação gratuita online nas mais prestigiadas instituições de ensino no mundo. O open learning de Harvard, por exemplo, conta com inúmeros cursos disponibilizados a qualquer indivíduo do mundo que possua um computador e, claro, saiba inglês. O que nos leva ao próximo ponto…

 

  • O caso da língua inglesa

Se a digitalização é um caminho bruscamente anunciado como sem volta para a educação regular brasileira, no campo dos idiomas já faz tempo que ela é uma realidade. E a tecnologia para isso tem conseguido afastar de vez aquela velha desconfiança com a qualidade do EAD.

Usando o próprio Instituto Mindset como exemplo, a oferta de cursos online já era tão ampla quanto a de aulas presenciais antes da pandemia. E quando foi necessário passar todo mundo para a modalidade online, essa transição se provou sem grandes traumas para nossos alunos. E uma das razões está na oferta de uma plataforma digital.

A plataforma digital Burlington English, exclusiva do Instituto Mindset no Brasil, permite que os alunos complementem as suas aulas online estudando de forma interativa e quando quiserem. Ou seja, mesmo para os alunos presenciais, já havia um forte elemento digital presente no curso. As aulas online, portanto, tornam-se espaços com amplas possibilidade para a conversação, materiais focados aos interesses de cada um e à resolução de dúvidas.

Ou seja, temos no ramo do ensino de idiomas uma boa medida de como podemos proceder para tornar possível um EAD de qualidade para todas as modalidades da educação. Para isso, entretanto, é preciso superar as dificuldades atreladas a questões maiores que o país precisa enfrentar.

 

  • Autodidatismo como função vital

Como não poderia deixar de ser, e EAD acaba por também representar uma maior independência por parte do aluno, agora considerado um usuário efetivo das tecnologias. E todo mundo já pode ir se preparando para isso no seu próprio tempo.

Mesmo pelo onipresente telefone celular, já há muito que se pode fazer para avançar seus conhecimentos. Cabe a cada um aprender a dosar o tempo, separar o entretenimento das coisas sérias e tirar proveito dessas novas possibilidades.

Seja por meio de um curso online de inglês ou se matriculando em cursos de extensão no ensino superior, o certo é que a própria sigla EAD tende cada vez mais a se misturar à educação como um todo.

Assim, a parte do AD (a distância) vai ficando cada vez mais pressuposta. E a curiosidade e a iniciativa de cada um serão cada vez mais preponderantes para o sucesso acadêmico e profissional.

Mais do que nunca, é urgente se conectar.

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X