O MOMENTO DE ESCOLHER UM CURSO DE INGLÊS FOCADO NA CARREIRA

contact us



Uma língua é muito mais do que o conjunto de palavras que a compõem. As combinações possíveis entre elas fazem com que haja possibilidades infinitas para a criação de sentenças. E quando começamos a aprender o inglês, fazemos isso de uma forma generalista. Ou seja, passamos pelos princípios da gramática e da fonética, além do vocabulário básico para travar as interações fundamentais. Mas e quando o nosso objetivo é desenvolver nossa comunicação para a nossa carreira?

Vamos falar aqui de como podemos fazer essa importante transição de um inglês geral para o inglês focado na sua carreira.

 

Antes da transição

Há cerca de 180 mil termos e palavras derivadas em uso atual na língua inglesa, de acordo com o dicionário Oxford. A princípio, é um número assustador. É por isso que dividimos as coisas em contextos quando aprendemos uma língua. É comum trabalharmos com situações: em aeroportos, restaurantes, residências, hospitais, cinema, turismo, etc. Esses contextos levam a um aprendizado eficiente de palavras contidas neles – no caso do restaurante, por exemplo, a pessoa aprende o que são guardanapo (napkin), faca (knife), garçom (waiter), sobremesa (dessert), e por aí vai.

Progressivamente, encaminha-se o aluno ao famoso “nível intermediário”, em que ele consegue se desenrolar de forma satisfatória em situações gerais. Inclusive no contexto que nos importa aqui: o trabalho.

Mas o trabalho pode ser subdivido em um monte de outros contextos menores. Assim, as palavras vão se relacionando às áreas e posições dos profissionais, ficando muito mais específicas. Por exemplo, falar de macroeconomia, de forma geral, e do mercado de opções da bolsa de valores, mais especificamente, vai envolver particularidades. E não é só o vocabulário que muda – nível de formalidade e funções gramaticais também podem ser afetados.

E quando o mundo profissional exige um mergulho mais profundo, o estudante pode julgar que chegou ao…

 

Momento certo de fazer um curso para a carreira

A razão é simples: você  identificou a necessidade de se comunicar em alto nível no trabalho. Essa é uma ótima constatação, fruto da evolução natural do aluno no inglês. O próximo passo provavelmente envolverá buscas na internet, a fim de encontrar um curso específico para a sua área. Mas é aí que os problemas começam.

Não há uma oferta consistente para esse tipo de curso na vasta maioria das instituições de ensino da língua inglesa no Brasil. Encontram-se, sim, muitos cursos “para carreiras” ou “para negócios” – o business English generalizado. Mas especificamente para advogados, engenheiros, vendedores, economistas, etc., as opções são escassas.

Muitos profissionais nessa situação acabam tendo de encontrar alternativas. Duas das mais comuns são o autodidatismo e o professor particular. Mas ambas podem ser um campo minado. No caso de quem decide estudar sozinho, a formalidade, a pronúncia e elementos da gramática podem não ser bem trabalhados. E no caso do professor particular, pode ser preciso um bom tempo de adaptação até que ele entenda o mundo do aluno com precisão.

Então como focar o estudo do inglês na sua carreira?

 

Por conta própria

Se você optar por estudar por conta própria, há maneiras de garantir um bom progresso. Você vai precisar acompanhar publicações relacionadas à sua área, ouvir podcasts, palestras, áudios de reuniões, apresentações profissionais, tudo isso importa. Fazendo uma absorção de qualidade dos termos, da gramática, do ritmo de fala, da pronúncia. Depois disso, falar muito, repetir, imaginar situações reais de trabalho, e, claro, usar no trabalho sempre que possível.

Mas é claro que tudo isso só será possível se você tiver muita disciplina. Caso contrário, é melhor você tentar com um professor.

 

Com professor particular

Com ele, a possibilidade de seguir um plano de estudos e os horários marcados ajudam muito na disciplina e no cumprimento de atividades. E também há o benefício da troca, da conversa, da correção e da sugestão. Entretanto, você continua precisando trazer à atenção do seu professor quais são os temas exatos que você precisa tratar. Isso significa que boa parte do planejamento do curso precisa vir de você, pois há ninguém melhor para saber o que você precisa.

Mas pode acontecer de você não estar muito ligado no mundo da sua profissão em língua inglesa. E o seu professor também não. Assim, pode ser que você sinta a falta de conteúdos mais fortemente associados à sua área. Um bom professor pode resolver o seu problema. Mas mesmo um bom professor pode também não ter nenhuma intimidade com os temas fundamentais para você e a sua carreira.

Mas nós temos uma outra possibilidade para te apresentar:

 

No Instituto Mindset

O Instituto Mindset é o único no Brasil a trabalhar com uma plataforma digital que contém materiais focados em carreiras. São dezenas de cursos específicos. Os consultores são treinados para trabalhar com a ferramenta, mas os próprios alunos também podem usá-la o quanto quiserem, em seu próprio tempo. Mais do que isso, as aulas são personalizadas, o que significa que outros conteúdos (inclusive os que você indicar) são bem-vindos. E como os profissionais costumam ter grandes restrições de horários, nossos cursos ainda oferecem amplas opções para a sua disponibilidades.

Então, se você sente que chegou o momento de focar o inglês na sua carreira, já sabe: venha conhecer o que o Instituto Mindset pode fazer por você e a sua carreira!

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X