COMO APRENDER INGLÊS PELA AUDIÇÃO

contact us



Ouvir é a nossa habilidade primordial para desenvolver uma língua. Mas quando falamos de uma língua estrangeira, como o inglês, ouvir pode se tornar uma tarefa torturante. Afinal, nós, adultos, precisamos entender os significados e responder a eles. Então como melhorar a nossa compreensão e o domínio do idioma pela audição?

 

  • No início, havia o fonema

As línguas humanas existem desde que a nossa espécie existe. É uma ferramenta natural e fundamentalmente humana que se baseia, antes de qualquer outra coisa, no som. Ou melhor, no significado que aplicamos a eles.

Os bebês aprendem instintivamente a reproduzir os sons de seu entorno pessoal. E, aos poucos, vão dando significados a eles – “ma”, “pa”… Como adultos, precisamos entender que é necessário praticar os sons da língua inglesa – os fonemas.

O fonema é a unidade mínima sonora de uma palavra. Praticá-los ajuda bastante no exercício de distinguir uma palavra de outra. Por exemplo, entre “cheap” (barato) e “sheep” (ovelha).

A Internet está cheia de recursos para isso: Um exemplo é esta ferramenta da Universidade de Iowa (EUA), que permite praticar os sons do inglês americano de maneira bastante prática.

E você pode também ouvir e prenunciar os números e palavras isoladas, o que mesmo o tradutor do Google pode resolver.

Pode até parecer um exercício desinteressante, mas encare-o como um músico que pratica as escalas, entre outros exercícios fundamentais, sem de fato tocar uma música. É para que, quando ele escute e toque, seja capaz de entender exatamente o que está acontecendo nesses sons e como reproduzi-los.

 

  • Inglês facilitado

Pega leve! Para manter o engajamento contínuo, é preciso tanto se desafiar quanto ser capaz de vencer o desafio.

Por isso, você pode usar sites como News in Levels que resumem notícias cotidianas em três níveis diferentes de dificuldade, com glossário, texto e áudio. Há muitas outras opções também no YouTube, basta procurar.

Tente sempre repetir o que ouviu. Se estiver estudando por um livro, quando completar uma frase de um exercício, procure a pronúncia delas, repita a frase, procure juntar o estudo dos sons também à gramática e à leitura.

Vai chegar um momento que fazer essa mistura será algo intuitivo, e você vai sentir o seu inglês melhorar cada vez mais.

 

  • Inglês nativo

Se o seu nível já for um pouco mais avançado, ainda que você não seja tão fluente, é precisando ir trocando os conteúdos mais didáticos pelo inglês nativo. A melhor maneira de fazer isso é seguindo os seus interesses e o noticiário.

Procure os sites ou canais do YouTube das principais empresas de notícia em inglês, assim como as rádios, os podcasts do seu interesse, etc. Muitos deles, como o Ted Talks, oferecem as transcrições do que está sendo dito, permitindo uma compreensão detalhada. E aí você pode também pausar, ouvir de novo e repetir.

Outra excelente pedida são os audiobooks. Livros lidos profissionalmente para você escutar e ler ao mesmo tempo, ou ao menos para escutar no caminho para a escola ou para o trabalho.

Para quem não tem um nível muito avançado, é possível escolher livros com dificuldade reduzida, estórias infantis e obras que você já conhece. Nesse último caso, ficará mais fácil completar as lacunas e deduzir significados, o que melhora o seu desempenho na compreensão.

É uma experiência completa para quem já está acostumado a misturar as habilidades no estudo. Você pode melhorar a sua gramática, o seu vocabulário, a sua compreensão auditiva e a sua fala. Tudo isso enquanto ouve sobre algo que ache fascinante.

 

  • O processamento e a fala

Como bebês, mas com estratégia adulta, portanto, é possível ir melhorando o seu inglês de modo geral. E, também como no caso dos bebês, precisamos ativar o nosso cérebro não somente para reproduzir mas também para coordenar esses sons todos na cabeça.

A consequência natural é um crescente potencial de fala. É preciso conseguir processar a fala dos outros para então conseguir falar bem.

Uma boa atividade para fazer com seus professores e amigos é conversar sobre temas tratados em vídeos e áudios em inglês. Prestando atenção no uso das frases ditas no material analisado, você conseguirá treinar seu poder de resumir e opinar sobre uma fala.

Usando as falas, como apresentações, reportagens, diálogos, etc., você vai fazendo o que é preciso para aprender rapidamente: cercar-se de conteúdo em inglês. Mais uma vez, assim como ocorre com os bebês.

 

  • Ainda sobre audiobooks…

Um tempo atrás, publicamos neste blog uma dica mais detalhada sobre como explorar a literatura em língua inglesa. Se você ainda não conferiu, vale a pena o clique. A contação de histórias por via oral é a mais antiga representante da literatura e está disponível em valiosas ferramentas digitais, como a plataforma Burlington English, oferecida no Brasil pelo Instituto Mindset.

O fato é que a curiosidade e a imaginação sempre levaram a um bom domínio dos idiomas, mesmo da nossa língua portuguesa nativa. Mais do que uma forma de arte, é um atributo fundamental do próprio estabelecimento das civilizações humanas, sendo indispensável para o aprendizado de muitos conhecimentos culturais.

Então mãos à obra e ouvidos abertos! E fique ligado no blog do Instituto Mindset para mais dicas como estas.

Quer saber mais sobre nossos cursos?

Quer saber mais sobre nossos cursos?



Home >

Conheça o Instituto

em um dos cursos?

Agende sua reunião gratuita!






X

Conheça o Instituto

Agende sua reunião gratuita!
Agendar minha reunião
Teste seu inglês!
Venha testar seu nível de inglês
Saiba mais! X